Notícias

Parceria entre startup e construtora resulta em primeira compra e venda registrada em blockchain

Parceria entre startup e construtora resulta em primeira compra e venda registrada em blockchain

O que vem em sua cabeça quando a palavra é cartório? Provavelmente filas, burocracia e também o desembolso de uma quantia significativa, independente do que necessita. 

Dentro de uma ação de compra e venda de imóveis há alguns passos necessários a serem tomados, como ir até uma das repartições e fazer o registro de um documento com informações sobre valores, condições, formas de pagamento e entre quem ocorreu a transação.

Além da demora no atendimento, ocasionada por vários fatores, as tarifas a serem pagas e a dependência de um terceiro para manter a informação não parecem muito atrativas aos olhos dos usuários. E se essa transação pudesse acontecer entre poucas pessoas e fosse assegurada pelo blockchain? Se você ainda não pensou nisso, uma startup brasileira e uma construtora já!

Com objetivo de garantir segurança, transparência e economia, a GrowthTech, empresa de prestação de serviços cartorários baseados na tecnologia blockchain e a RKM Engenharia, construtora de imóveis, se reuniram e fizeram o registro de compra e venda de duas propriedades no estado de Minas Gerais.

Avaliados em R$ 1,5 milhão, os apartamentos estão localizados em um condomínio de alto luxo e o processo foi todo feito eletronicamente e assegurado pela tecnologia, que segundo os responsáveis pela transação, traz mais confiança nos usuários. 

O processo ocorre em alguns passos, o primeiro deles é quando o cliente interessado visita o apartamento através de um stand virtual e decide comprá-lo. Assim que a decisão é tomada, a corretora gera um contrato, incluindo os dados do comprador e do imóvel, e logo um e-mail chega com um link para o cliente baixar o app da empresa. 

Após o download, a operação, que é feita pelo computador e registrada junto à Receita Federal, confirma-se a legitimidade com o reconhecimento facial e prova de vida. Por fim, o interessado assina o contrato direto pela tela do celular e a incorporadora recebe e envia o documento para registro na plataforma. Assim que o registro é feito, é entregue ao comprador um arquivo em formato PDF com o documento assinado e a hash do registro no blockchain. 

Essa foi a primeira vez que uma transação deste tipo foi feita e, com a confiança passada, pode mudar o futuro dos contratos não só de compra e venda de imóveis, mas também de várias outras transações.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *