Notícias

“Bitcoin Pizza Day”: Duas pizzas por 10 mil BTCs

"Bitcoin Pizza Day": Duas pizzas por 10 mil BTCs

Embora o Bitcoin, hoje, seja comercializado na casa dos US$ 9 mil e já tenha sido vendida por até US$ 20 mil, no começo de sua história, a criptomoeda ainda era pouco conhecida e nem mesmo tinha um valor monetário para chamar de seu e ser comparado entre outras moedas.

 

Há 11 anos, quando o ativo foi lançado, ele era apenas uma novidade tecnológica, usada em trocas pela internet. Até que um desenvolvedor e minerador de Bitcoin, Laszlo Hanyecz, decidiu tentar fazer a primeira transação comercial da história com a moeda digital.

 

Em 18 de maio de 2010, Laszlo publicou em um fórum,  chamado Bitcointalk, que estaria disposto a pagar 10 mil Bitcoins – dos 70 mil que ele havia minerado – por duas pizzas grandes. Hoje, essas duas pizzas custariam cerca de R$ 103 mil ou US$ 18 mil. No texto publicado, o programador ainda disse que não importava quem fizesse a pizza, mas, sim, que ela fosse entrega por delivery de comida para que, então, pudesse pagar utilizando seus Bitcoins.

 

Colegas do fórum responderam ao tópico e, em 22 de maio de 2010, um membro do grupo fechou uma compra de US$ 41 por duas pizzas da rede Papa John’s e pediu para que entregassem na casa de Laszlo, em Jacksonville, Flórida. Esse dia ficou conhecido pela comunidade como Bitcoin Pizza Day.

 

É importante destacar que, na época, o Bitcoin não tinha qualquer valor monetário atribuído a ele, como acontece hoje em dia. Além disso, nenhum halving havia ocorrido até então, o que transformava a tarefa de mineração mais compensatória e “fácil”.

 

O legal do Bitcoin Pizza Day é comemorar a primeira transação comercial da história da criptomoeda. Essa ação – evidente que não apenas ela – foi responsável por criar o criptomercado e levar o ativo para tarefas mais simples do dia a dia. Além disso, iniciou um processo de apresentação da ferramenta ao mundo que não fica só restrito ao setor financeiro, mas também tecnológico em diversas outras áreas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *