Notícias

Criptomoedas podem influenciar reunião do BRICS

Criptomoedas podem influenciar reunião do BRICS

O sistema econômico atual está em falência. Desde a crise imobiliária dos Estados Unidos, em 2008, o mundo nunca mais foi o mesmo e vários países ainda sofrem os efeitos da quebra financeira. O momento, agora, é de inovação e pelo menos uma parte dele passa pelas criptomoedas.

Com a alta oferta e demanda por Bitcoin e outras moedas digitais em todo o mundo, os governos começam a se organizar para discutir sobre essa nova modalidade de se relacionar com o dinheiro.

O encontro dos BRICS – grupo de países “emergentes” formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul –, no Brasil, no meio de novembro pode influenciar bastante no cenário cripto.

No ano passado, o bloco já havia realizado uma reunião em que o blockchain, tecnologia base das moedas digitais, deveria ser utilizado para validar as transações de empréstimos entre órgãos governamentais.

Para 2019, o assunto pode ganhar ainda mais força, já que o Facebook ainda trabalha muito para lançar sua criptomoeda própria Libra e ainda há a presença da China, que é um dos maiores – se não o maior – pólo de moedas digitais do mundo.

Embora seja composto por países emergentes, esse bloco tem alta influência no sistema financeiro mundial. O Brasil ainda é uma das principais economias da América do Sul. A África do Sul é destaque em seu continente. Já Rússia é o maior país, a nível territorial, da Europa, enquanto China e Índia são as nações mais populosas do mundo.

A reunião pode trazer possibilidades de regulamentações dos criptoativos, além da inclusão da tecnologia em novas aplicações. Com a importância das moedas digitais no mundo, esse assunto ainda deve render bastante. Você já pode fazer parte dessa revolução. Na exchange CashCode, você pode comprar e vender 12 moedas diferentes, incluindo o famoso Bitcoin. Acesse agora o site e conheça nossa plataforma!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *